Saturday, October 13, 2007

PAZ E CONCORDIA




Carta aberta a favor da paz
Muçulmanos apelam ao Papa

Mais de 130 líderes muçulmanos apelaram ontem à paz e concórdia entre islamismo e cristianismo. O apelo sem precedentes consta de uma carta aberta enviada ao Papa Bento XVI e outros líderes cristãos, e sublinha os aspectos partilhados por ambas as religiões, como “o primado do amor e a devoção a Deus”.

Citando em paralelo passagens do Alcorão e da Bíblia, os signatários da missiva sublinham: “a nossa própria alma imortal está em risco se não fizermos um esforço sincero no sentido da paz, para nos unirmos em harmonia”.

Uma vez que cristãos e muçulmanos constituem mais de metade da população do mundo, prossegue a carta, não haverá paz sem a concórdia entre as duas religiões. “Como muçulmanos dizemos aos cristãos que não estamos contra eles e que o Islão não está contra eles, desde que não façam guerra contra os muçulmanos [...], nem os oprimam e expulsem das suas casas”. Entre os signatários contam-se o grande mufti do Egipto, Ali Gomaa, e o ministro dos Assuntos Religiosos da Argélia, Bouabdellah Ghlamallah. Além do Papa, contam-se entre os destinatários o arcebispo da Cantuária, Rowan Williams, líder da Igreja Anglicana, e o patriarca de Constantinopla, Bartolomeu I, patriarca da Igreja Ortodoxa.

A carta surge na altura das celebrações do Eid al-Fitr, que marca o final do mês do Ramadão, e coincide com o aniversário da polémica causada o ano passado por Bento XVI quando ligou islamismo e violência.

2 Comments:

Blogger Meg said...

Minha amiga,
Palavras sábias as da carta aberta... mas no terreno?
É um forte apelo, mas temo que se perca pelos corredores do Vaticano.

Todos apelamos ao mesmo, mas esquecemo-nos dos senhores da guerra. Ou somos impotentes para lhes fazer frente. E a religião é um argumento muito apetecível.

Um abraço

11:31 AM  
Blogger Jose Gonçalves said...

Passamos a vida a apelar e não passamos disso minha amiga infelizmente...
Um abraço
José Gonçalves

5:07 PM  

Post a Comment

<< Home