Sunday, January 20, 2008

DIREITOS HUMANOS





Marrocos: Deve ser retirada a acusação de homossexualidade e garantida a segurança dos seis homens

As autoridades marroquinas devem libertar imediatamente todos os que foram detidos somente pela sua alegada orientação sexual, isto depois do tribunal de recurso ter, esta terça-feira, reiterado acusações de homosexualidade contra seis homens e revogado claúsulas legais que a criminalizam, diz a Amnistia Internacional. As autoridades devem ainda assegurar a proteção destes homens, durante a detenção e após a libertação, dado os ataques a podem estar sujeitos antes mesmo de serem presos.

O Tribunal de Recurso decretou ontem que se mantêm as condenações apesar de algumas sentenças terem sido reduzidas.

“A AI considera que todos os que sejam presos pela sua alegada ou efectiva orientação sexual prisioneiros de consciência, e devem ser imediata e incondicionalmente libertados” , disse Philip Luther, Sub-Director do Programa para o Médio Oriente e Norte de África da AI.

Os seis homens, que em Dezembro foram condenados por “práticas homossexuais”, recebendo quatro, seis e dez meses de prisão, foram denunciados quando um video pessoal foi tornado público na internet. O video foi feito durante uma festa privada, na cidade de Ksar El Kebir e ao contrário das acusações, não revela quaisquer práticas sexuais.

Os seis homens foram julgados de acordo com o Artigo 489º do Código Penal de Marrocos que penaliza concretamente “actos obscenos ou contranatura com pessoas do mesmo sexo”.

Leis que criminalizam relações consentidas entre adultos do mesmo sexo, estão em contradição com os padrões internacionais dos Direitos Humanos, incluindo o direito à privacidade, o direito à liberdade de expressão e de consciência.

“A controvérsia pública despoletada pelo caso, em Marrocos, pede uma revisão urgente das leis discriminatórias do país que condenam a homossexualidade”, disse Philip Luther.

“Apelamos ao governo de Marrocos que retire todas as acusações que contrariam as obrigações do pais ao abrigo da legislação internacional de Direitos Humanos”.

(Retirado do site da Amnistia Internacional Portugal)

15 Comments:

Blogger Meg said...

Querida Aramis

E os casos aparecem todos os dias e multiplicam-se como cogumelos.

Mais uma causa, mais um alerta.

Vamos a isso!

Um abraço

10:50 AM  
Blogger Jose Gonçalves said...

aramis

Nem sei que te dizer, estamos perante mais um caso de leis aberrantes que alguns países ainda têm...
Não podemos calar-nos pois só protestando e levantando a nossa voz as coisa poderão mudar, ainda que lentamente.
Um beijinho e boa semana
José Gonçalves

2:55 PM  
Blogger São said...

Absolutamente de acordo; cada pessoa deve ter liberdade sem escolhos sobre si mesma!

Parabéns pelo aniversário. Peço desculpa, mas só o soube agorinha mesmo!!

Feliz semana com muito boa companhia, amiga!

4:08 AM  
Blogger Sophiamar said...

Pela liberdade! Sempre! Concordo contigo.

Beijinhosssss

1:49 PM  
Blogger Bloga Comigo said...

Talvez tenha vindo para ficar se quiseres blogar comigo. Eu quero blogar contigo.
Bjos

2:22 PM  
Blogger elvira carvalho said...

Triste, que continuem a existir países que condenam pessoas pelas suas ideias, credos ou opções sexuais. Parece que ainda estamos no tempo da Inquisição.
Um abraço

3:03 PM  
Blogger Um Momento said...

Infelizmente ainda há países bem piores do que aqueles que "apenas" discriminam a homossexualidade...
Esperemos que um dia entendam que cada um tem o direito a decidir sobre a sua orientação sexual

Deixo um beijo Querida Aramis

(*)

3:18 PM  
Blogger Brancamar said...

Levantemos a voz, sempre, pelos direitos humanos e pela liberdade de opção de cada ser humano.
É muito interessante ser activista da Amnistia Internacional. Quem tiver um bocadinho de tempo devia experimentar, só assim se conhecem as aberrações que existem por esse mundo fora na área dos direitos humanos.
Fica esta ideia para quem puder.
Beijinho

4:25 PM  
Blogger Rakel Macedo said...

olá Aramis!

Muita coisa está mal. Muito mais ainda tem de ser mudado. Temos de começar por algum lado, nem que seja por nós próprios. Um passo de cada vez. Por tanta gente, durante tanto tempo, ter olhado para o lado é que as atrocidades se continuam a fazer.

Cada pessoa deveria de ser livre para ser feliz. E todos nós deveríamos ter a coragem de aceitar todos aqueles que nos são diferentes. E aprender.

A subtileza do pensamento consiste em descobrir a semelhança das coisas diferentes e a diferença das coisas semelhantes.

Beijinho grande

2:56 AM  
Blogger Jose Gonçalves said...

Allo Rapariga
Como vais e vens e demoras muito tempo entre viagens, venho dizer-te que te desejo uma semana espectacular.
Uma grande beijoca
José Gonçalves

11:47 AM  
Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Que avoz não te doa querida amiga a denunciar estes crimes...nunca seremos demais...( se quiseres conhecer a história da Fló passa por lá)...beijo...

1:34 PM  
Blogger Um Momento said...

Passei para deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana minha Querida Aramis :))

(*)

9:15 AM  
Blogger Freyja said...

Mí querido amiga gracias por tus saludos en Lagrimas y por tu compañía, deseo que estés muy bien, siempre he pensado que este mundo siendo tan inmenso le falte criterio y respeto por nuestros propios derechos, hay países que por sus creencias y falta de cultura cometen muchos errores, lo importante es que hay que seguir luchando por un mundo mejor
Mil disculpas si no te he contestado antes, pero estoy enferma y eso me ha tenido alejada de todo
Pero voy lentamente saludando a cada amigo a medida que puedo y te dejo un gran abrazo
Te dejo todo mi cariño y que estés muy bien
Mil besitos y cuídate

Besos y sueños

2:27 PM  
Blogger Caixinha de Surpresas said...

Olá Aramis,
venho agradecer a sua visita e comentário no meu blog...Já faz parte das minhas visitas habituais, pois as suas publicações, assim como as da amiga Elvira, nos fazem pensar (e muito) na vida e no que se acontece neste planeta...
Beijinhos e bom fim de semana,

10:05 AM  
Blogger David Neves Ançã said...

Querida Aramis, são difíceis de acreditar as consequências do mal neste planeta, não são?

Beijo, David Neves Ançã

PS: Há novidades no meu blog...

12:15 PM  

Post a Comment

<< Home