Tuesday, January 08, 2008

GRITO PARA O CÉU...


“Eu fui devagarinho
com medo de falhar
não fosse esse o caminho certo
para te encontrar
fui descobrindo devagar
cada sorriso teu
fui aprendendo a procurar
por entre sonhos meus
Eu fui assim chegando
sem entender porquê
já foram tantas vezes tantas
assim como esta vez
mas é mais fundo o teu olhar
mais do que eu sei dizer
é um abrigo para voltar
ou um mar para me perder
Lá fora o vento
nem sempre sabe a liberdade
a gente finge
mas sabe o que não é verdade
foge ao vazio
enquanto brinda, dança e salta
eu trago-te comigo
e sinto tanto, tanto a tua falta
Eu fui entrando pouco a pouco
abri a porta e vi
que havia lume aceso
e um lugar para mim
quase me assusta descobrir
que foi este sabor
que a vida inteira procurei
entre a paixão e a dor
Lá fora o vento
nem sempre sabe a liberdade
gente perdida
balança entre o sonho e a verdade
foge ao vazio
enquanto brinda, dança e salta
eu trago-te comigo
e sinto tanto, tanto a tua falta
Lá fora o vento
nem sempre sabe a liberdade
gente perdida
balança entre o sonho e a verdade
foge ao vazio
enquanto brinda, dança e salta
eu trago-te comigo
e guardo este abraço só para ti”

Mafalda Veiga

4 Comments:

Blogger Jose Gonçalves said...

Lá fora o vento
nem sempre sabe a liberdade
a gente finge
mas sabe o que não é verdade...

Quanta verdade esta quadra encerra Aramis!!!
Deixo-te um grande beijinho
José Gonçalves

8:58 AM  
Blogger São said...

Escolheste muito bem, minha linda!
Deixo.te votos de que realizes todos os teus sonhos em 2008!!

3:26 PM  
Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Muito bonito1 (a imagem também está no sol poente!)...beijo...

12:31 PM  
Blogger madalena said...

Boa escolha.
Bom dxia: (já agora não vás para o céu antes qure te chamem, fazes falta por cá.) :)

Bjs

12:54 AM  

Post a Comment

<< Home