Monday, July 30, 2007

PARTILHA DO AMOR PELO MAR






" Aqui me sentei quieta
Com as mãos sobre os joelhos
Quieta muda secreta
Passiva como os espelhos

Musa ensina-me o canto
Imanente e latente
Eu quero ouvir devagar
O teu subito falar
Que me foge de repente"

(Sophia de Mello Breyner Andresen)


Hoje fui passear à beira mar contigo sempre no pensamento e no coração!

Lá tirei estas fotografias que te ofereço com o mesmo carinho que o mar teve para comigo.

A vida por vezes “apanha-nos” na esquina, o coração fica a transbordar e lá ficamos nós sem saber o que fazer…

Dá vontade de pedir “Socorro”, será que viria alguém para dar o ombro?...






2 Comments:

Blogger Jose Gonçalves said...

Querida amiga


Vejo que tens uma ferida aberta e que ela teima em não sarar.
Ainda não encontras-te o remédio para os teus males?
O mar é sempre muito bom conselheiro e bom ouvinte. Nele afogamos as nossas mágoas, os nossos anseios, as nossas paixões, os nossos amores e ele sabe ouvir e a resposta é invariavelmente a mesma.... calma.... tranquilidade...paz...
O teu dia chegará porque mereces.
Um abraço
José Gonçalves

10:40 AM  
Blogger aramis said...

Amigo José Gonçalves,

"A esperança é a ultima a morrer!..."

Tens muita razão quanto ao mar, ele é mesmo um bom conselheiro!

Beijinhos

7:42 AM  

Post a Comment

<< Home